17/01/11

PostHeaderIcon Culpar sempre, assim-assim, ou nunca??


Este tema, para mim é um pouco polémico.

Confesso que tenho dificuldades em chegar a um consenso em relação a minha própria consciência. Um lado dela, diz que as consequências que uma mulher sofre por estar bêbada nunca lhe podem ser impostas pois ela não tinha capacidade para reagir, impor-se ou defender-se estando embriagada.

O outro lado, diz que ela foi a única culpada por lhe ter acontecido aquilo, uma vez que não sabendo comportar-se, colocou-se a jeito de ser molestada, ou violada, por que fez uma escolha: escolheu beber e encher a cara e por isso a única culpada do que lhe aconteceu, foi ela mesma.

Como mulher, acho lamentável que homens se aproveitem de outra por esta estar bêbada. Mas o meu lado racional diz que se ela não estivesse bêbada, provavelmente não lhe teria passado aquilo.

É complicado para mim, chegar a uma conclusão e enquanto mulher, é-me difícil ficar em cima do muro, sem saber o que sentir.

Acho que a única solução digna para uma mulher, é saber beber e saber se "comportar", pois vai ter sempre alguém, mesmo eu até, que não saberá olhar para um caso desses sem questionar o comportamento e a escolha da mulher.

E por mais que odeie a expressão brasileira de que "cú de bêbado não tem dono", tenho que lhe dar alguma "razão", pois se depois não estamos em condições de nos defender e até de saber o que estão a fazer connosco, quem poderemos culpar?

E sim, os homens também fizeram a escolha de abusarem ou não de uma mulher naquelas condições mas a maioria não hesita por que tem a ocasião a sua frente e se estiverem em grupo, ainda pior, tem sempre um que não o faz mas instiga os outros.

Sinto-me mal por ser capaz de chegar a uma conclusão sobre esse tema.


11 comentários:

vizinha de alguém disse...

Eu ficaria-me pelo assim-assim porque dizer que a culpa é da mulher, é desculpabilizar o homem.

Somos os dois da mesmoa espécie (mesmo que muitas vezes não pareça), por isso, supostamente, quero realçar o supostamente, um não é mais racional que o outro, os dois regem-se pelas mesmas leis e cultura.
Qualquer homem ou qualquer mulher pode ser violado ou pode sofrer algum tipo de abuso enquanto bêbado ou não... mas o anonimato do abusar é mais fácil de ser mantido se po abusado estiver alcoolizado.

Acho que o teu primeiro e único erro é falares só de mulheres. Infelizmente, há também muitos homens violados por mulheres, mas eles são educados de outra forma, eles têm de se vangloriar porque são machos.
Ainda há dias ouvi um homem (que eu conheço e sei que estava a falar a verdade) a dizer que com cerca de 10 anos teve a primeira relação sexual com uma mulher 20 anos mais velha que ele(com quem se manteve durante algum tempo ocasionalmente) e que foi aí que aprendeu grande parte do que sabia.
Isso é o quê?

De qualquer forma, o Ser Humano em geral, aproveita-se da fragilidade do outro para seu belo prazer, por isso, nunca é demais ter cuidado.
Agora culpar as mulher, unica e exclusivamente, acho que é uma injustiça, ninguém quer ser violado e muito menos não se lembrar de quem o fez, mas parece que há pessoas que têm uma raciocinio muito limitado e esquecem-se que a amnesia alcoolica é a melhor forma de abusadores conseguirem isso. Mas culparmos a mulher por isso é o mesmo que dizer que as mulheres não deveriam usar decote para não excitar os homens.

Mais um testamento... puff!

vizinha de alguém disse...

correcção: "mas o anonimato do abusador é mais fácil de ser mantido se o abusado estiver alcoolizado."

Anónimo disse...

Bom diaaaaaaaaaa!

Eu de regresso e nem uma fotozinha da Roberta :(
Pq chegaram à conclusão que esta mulher foi abusada? A senhora não pode ter simplesmente apanhado uma borracheira e ter feito um strip animado antes de adormecer em cima da mesa??

Bruna :)

Patty disse...

Eu não me esqueci de falar nos homens mas enquanto mulher, é por ventura a situação que mais me chama a atenção.
Não culpo a mulher unicamente, mas quer queiramos quer não é a vítima mais fácil uma vez que, devido a sua imprudência ou falta de discernimento, se colocar nessa situação.
Aqui não se trata muito de culpar a mulher pelo que lhe aconteceu mas sim, ter se tornado um alvo fácil para isso lhe ter acontecido, devido ao seu abuso de álcool. Quando isso acontece, aí é que está o cerne da questão: terá a mulher culpa em parte por ter permitido que isso lhe acontecesse? Não desculpo o agressor de maneira nenhuma, mas também não consigo ilibar a mulher de tudo o que lhe aconteceu.
:-(

Patty disse...

Olha a Bruna!!!!!! :-)))
Quem é vivo sempre aparece!!!!

A mulher na foto serve apenas para ilustrar as figuras tristes que alguma de nós fazem quando estão com os copos e as consequências que isso lhes pode trazer! :-(

Quanto a Roberta, se leres uns posts mais abaixo, vais perceber pq ela não tem sido vista aqui!!

Welcome back Bruna!!

Miss Rabbit disse...

É sem duvida um tema de difícil avaliação e entendo o teu dilema mas no meu entender a mulher é livre de apanhar uma bebedeira de quando em vez assim como os homens o são e não é por isso que perde os seus direitos enquanto pessoa e cidadã.
Ninguém tem o direito de fazer com alguém o que essa pessoa não quer ou autoriza, esteja ela alcoolizada, sob o efeito de estupefacientes, a dormir, em coma em em qualquer outro estado que iniba as suas capacidades.
Se um homem andar nu na rua podre de bêbado não vai ser perseguido e molestado por todas as mulheres por quem passa, então porque é que uma mulher na mesma situação o é e ainda é culpabilizada por isso?

Um homem que molesta uma mulher numa situação de embriagues também a molestará se ela for deficiente, criança, velhota, no fundo se perceber que tem poder sobre ela e que sairá impune, e se em todos os outros casos o homem é um monstro porque é que no caso da embriagues da mulher foi ela que se colocou a jeito?
A resposta é: porque vivemos numa sociedade puramente machista e o homem só é culpabilizado quando não há a mínima hipótese de culpar qualquer outra pessoa ou a própria situação e o que me custa mais é ver que as próprias mulheres são machistas tão ou mais que os homens.

vizinha de alguém disse...

Miss Rabbit, completamente de acordo.

Sónia disse...

Não se trata se ser machista mas se uma mulher não controla o ambiente em que está, deve se precaver para não se colocar em uma situação de perigo.

vizinha de alguém disse...

Mas a questão é:
Porque tem a mulher de se precaver pelo ambiente e o homem pode fazer o que quer?

Patty disse...

PQ é mulher e por isso deve estar mais atenta ao que a rodeia e mesmo que não gostemos dessa discriminação, a mulher é e será sempre o alvo mais frágil e fácil e por isso também deve ter essa noção antes de decidir encher a cara.

Sorry, eu não posso deixar de dizer isso, por mais que tb me sinta revoltada, é a verdade.

Anónimo disse...

É por isso que eu nao bebo...

Faça a sua doação!

Linha LGBT

Ajudar é Preciso!

Ajudar é Preciso!
Faça um Donativo!

Acerca de mim

A minha foto
Sou simpática, embora ás vezes tenha cara de poucos amigos. Tenho 1,80 só a título informativo... Sou de Escorpião e tenho todas as más e boas qualidades desse lindo signo. Sou brasileira, carioca e orgulhosamente Flamenguista e Benfiquista. Tenho os meus traumas e dramas, por isso não há melhor lugar no mundo para falar deles, do que aqui!!

Ajudar a Teresa e a Helena

Helena Maria Mestre Paixão
conta BPI: 1-3806134.000.001
NIB: 0010.0000.3806.1340.0016.8

Qual a sua orientação sexual?

Stop Homophobia

Stop Homophobia

Escritas em dia

Aanifeira

Aanifeira
Associação dos Amigos dos Animais de Santa Mª da Feira

Vamos ajudar!

Animais de Rua - Projecto de Esterilização e Protecção de Animais Sem Lar

Visitantes

counter

Users Online

Cúmplices

Arquivo do blogue

Temas para Wordpress